Terça, 22 de setembro de 2020
(35)9 9939-1079
No ar
Bom Dia clube
Esporte

10/06/2020 ás 09h25

151

Redacao

Campo Belo / MG

Receita paga nesta segunda-feira 2° lote de restituições do IR 2019
Notícia do esporte
Receita paga nesta segunda-feira 2° lote de restituições do IR 2019

O Pleno do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) decidiu, nesta terça-feira, manter a punição de três jogos com portões fechados ao Cruzeiro pelos incidentes no duelo diante do Palmeiras. A derrota celeste por 2 a 0, em dezembro de 2019, na última rodada do Campeonato Brasileiro, selou o rebaixamento do clube à Série B e foi cercada de muita confusão nas arquibancadas.


Como já havia sido punido em última instância pelos incidentes em jogos diante de Atlético e CSA, também pela Série A, o Cruzeiro precisará cumprir cinco jogos com portões fechados. Em um deles, o clube precisará estampar uma faixa nas arquibancadas informando o motivo da decisão. Pelos problemas no duelo diante do Palmeiras, ainda há uma multa de R$ 50 mil.


No julgamento, realizado por videoconferência nesta terça, o presidente do STJD, Paulo César Salomão Filho, chamou atenção ao classificar o episódio no Mineirão como “um dos casos mais graves do século”. 


Um dos casos mais graves do século. A postura da diretoria nesse episódio foi lamentável. A tragédia poderia ser maior, mas também poderia ser evitada. A diretoria não pensou nos torcedores e na segurança. Guerra campal e uma partida que não acabou. Fico tranquilo em aplicar essa penalidade. Tragédia anunciada e estava claro para todos nós”, disse Paulo César Salomão Filho.


O Cruzeiro foi punido com base no artigo artigo 213 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, que prevê punição aos clubes que "deixarem de tomar providências capazes de prevenir e reprimir desordens em sua praça de desporto, invasação ao campo ou lançamento de objetos no campo"


No julgamento desta terça, o advogado do Cruzeiro, Theotônio Chermont, defendeu que o Tribunal não poderia "condicionar o cumprimento a um belo dia ficarem liberadas o retorno das torcidas aos estádios". No entanto, a punição deve mesmo ser cumprida apenas após o fim da pandemia de coronavírus.

FONTE: MSN ESPORTES

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2020 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium